A notícia acontece, a gente informa

Alto Araguaia é contemplada em edital de abertura do Pró-Estradas Concessões realizado pelo Governo de MT


A previsão para que as empresas comecem os trabalhos é até o fim do primeiro semestre deste ano. Licitação será na modalidade concorrência pública.

Estima-se que o programa irá gerar mais de 3,5 mil empregos, impulsionando o desenvolvimento da região.

A rodovia MT-100, em Alto Araguaia (415km de Cuiabá), foi contemplada no lote da licitação do Pró-Estradas Concessões, publicado no Diário Oficial do Estado nesta segunda-feira (08). O programa desenvolvido pelo Governo de Mato Grosso, prevê a parceria com o setor privado para investimento na logística do Estado. De acordo com a publicação, a licitação será na modalidade concorrência pública, para concessão da prestação de serviços de conservação, recuperação, manutenção, implantação de melhorias e operação rodoviária.

“Desde que assumimos a administração, dialogamos com o governo sobre a recuperação definitiva da MT-100. Fizemos gestão e agora estamos perto de ver um sonho se tornar realidade. Uma cobrança antiga nossa que irá beneficiar muito a região, sem falar da melhoria na trafegabilidade daquele trecho até Alto Taquari. Só temos a agradecer ao governador Pedro Taques e ao secretário Marcelo Duarte”, diz o prefeito de Alto Araguaia, Gustavo Melo (PSB).

Segundo a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), responsável pela licitação, os trechos contemplados totalizam 533km. Além da rodovia que corta o município araguaiense, a MT-320, MT-208 (Alta Floresta) e MT-246, MT-343, MT-358, MT-480 (Tangará da Serra), também fazem parte do edital. Os lotes que serão repassados à iniciativa privada nesta primeira fase, têm validade de 30 anos.

Ainda, de acordo com a Sinfra, o leilão deve ser realizado em fevereiro na Bovespa, em São Paulo. Após o término dos procedimentos, o governo fará a assinatura dos contratos. A previsão para que as empresas comecem os trabalhos é até o fim do primeiro semestre deste ano.

Estima-se que o programa irá gerar mais de 3,5 mil empregos, impulsionando o desenvolvimento da região. O Governo de Mato Grosso espera ainda atrair investimentos privados na ordem de R$ 1,5 bilhão. Estudos apontam que estas rodovias têm potencial para o escoamento da produção agrícola e de cabeças de gado, além de contar com grande fluxo de veículos.


// Você deve estar logado com seu perfil no Facebook para comentar. Este espaço visa promover um bom debate sobre o assunto tratado. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser excluídos.
Participe!