A notícia acontece, a gente informa

DEM diz não ser inimigo de Taques, mas defende retomada da esperança de MT


Foto reprodução: André da FM

Partido tem Mauro Mendes como pré-candidato ao Governo e Jayme Campos ao Senado

O deputado federal e presidente estadual do DEM, Fábio Garcia, alfinetou o governador Pedro Taques (PSDB) durante um evento do partido em Alto Araguaia, na região leste do estado. O parlamentar pregou a união e disse que não usa a política para fazer inimigos.

O evento, realizado na cidade, contou ainda com a presença de lideranças do DEM em Mato Grosso, como o pré-candidato do partido ao Governo do Estado, o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, além do ex-senador Jayme Campos, do ex-governador Júlio Campos, e do deputado estadual Dilmar Dal Bosco.

Fábio afirmou que os adversários eleitorais não são inimigos. A afirmação é uma resposta a Pedro Taques, de quem o grupo era aliado.

Desde que anunciou a pré-candidatura, Mauro Mendes passou a ser alvo dos ataques do governador em suas entrevistas e declarações. “Não vamos usar a política para fazer inimigos. Nossos aliados não serão no futuro nossos adversários, e nossos adversários na política, jamais serão nossos inimigos. Mato Grosso cresceu e tem capacidade para o diálogo e união para que possamos resolver nossos problemas”, minimizou Garcia.

O DEM tem realizado encontros nas cidades pólos do Estado para ouvir as lideranças do partido e “levar” o projeto de candidatura própria. Além do ex-prefeito Mauro Mendes, o partido tem o ex-governador Jayme Campos como pré-candidato ao Senado.

No evento desta sexta, Fábio Garcia disse que o DEM será protagonista nas eleições e tem o desafio de retomar o crescimento do Estado. “Temos a responsabilidade de conduzir Mato Grosso por um novo caminho. Retomar a esperança e a autoestima do povo de Mato Grosso. Não tenho nenhuma dúvida de que Mato Grosso é um estado do futuro do Brasil. Não há nenhum Estado que tem tanto potencial de crescimento, desenvolvimento e industrialização, como Mato Grosso”, assinalou.

Segundo o dirigente partidário, o potencial do Estado deve ser revertido em oportunidades para a população em todas as regiões do Estado. “Estamos rodando cada região do Estado para poder conhecer a realidade de cada município. É nossa responsabilidade construir um projeto que fale a verdade para as pessoas. Acabou o tempo de de fazer política enganando as pessoas, de só fazer promessas, dar tapinhas nas costas e depois não cumprir isso”, colocou.

 

Do Folhamax


// Você deve estar logado com seu perfil no Facebook para comentar. Este espaço visa promover um bom debate sobre o assunto tratado. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser excluídos.
Participe!