A notícia acontece, a gente informa

Pesquisa Serpes/O Popular: Caiado registra 42,3%, contra 10,9% de José Eliton e 8,6% de Daniel Vilela


Foi divulgada neste domingo (9) a quinta rodada da pesquisa Serpes/O Popular, a primeira após o início da propaganda eleitoral na televisão e no rádio. No entanto, no cenário da disputa pelo Governo de Goiás, os programas não representaram grandes mudanças, já que o senador e candidato ao governo pelo DEM, Ronaldo Caiado segue na liderança isolada do pleito com 42,3% das intenções de voto. O segundo colocado é o governador José Eliton (PSDB) com 10,9%, seguido do deputado federal Daniel Vilela (MDB).

Foto divulgação

A pesquisa foi realizada entre os dias 3 e 7 de setembro. Foram ouvidos 801 eleitores, em 30 municípios goianos, e a margem de erro é de 3,5 pontos porcentuais para mais ou para menos.

Conforme aponta a pesquisa, em comparação com a quarta rodada, realizada entre os dias 21 e 25 de agosto, todas as variações ocorreram dentro da margem de erro. Caiado oscilou 2 pontos porcentuais para cima – tinha 40,3% na anterior. Eliton e Daniel, que seguem em empate técnico na segunda colocação, registraram 0,8 porcentual para cima e 0,6 ponto porcentual para baixo, respectivamente.

Na quinta rodada, a professora Kátia MAria (PT) aparece com 3,4% e o professor Weslei Garcia (PSOL), 1,1%. A oscilação da petista foi positiva de 0,7 ponto porcentual enquanto o socialista variou 1 ponto para baixo. Alda Lúcia (PCO) e Marcelo Lira (PCB) aparecem com 0,9%, cada um.

Na pesquisa estimulada, quando a cartela com os nomes dos candidatos é apresentada ao eleitor, o índice de indecisos é de 20%. Já o porcentual de votos nulos ou de eleitores que disseram que não vão votar caiu de 16,1% para 12%.

Conforme os resultados da quinta rodada da pesquisa Serpes/O Popular, Caiado venceria as eleições no primeiro turno, com 62,11% dos votos válidos. Para que isso aconteça no dia 7 de outubro, ele precisa ter 50% mais 1 dos votos válidos – que excluem nulos e brancos. No cálculo da simulação são excluídos os indecisos, que seguem em porcentual alto, de um quinto do eleitorado.

Espontânea

Na pesquisa espontânea, em que o eleitor é questionado sobre a intenção de voto para governador de Goiás sem a apresentação de uma cartela com os nomes dos candidatos, o senador Ronaldo Caiado (DEM) chegou a 21%.

O governador José Eliton (PSDB) foi citado por 5,6% dos eleitores e o deputado federal Daniel Vilela (MDB), por 3,1%. Kátia Maria (PT) tem 1,1%; Weslei Garcia (PSOL),0,6%; e Alda Lúcia (PCO) e Marcelo Lira (PCB), 0,1% cada um.

O índice de indecisos segue alto, 57,7% dos eleitores dizem não saber ainda em quem votar. 9,5% dos eleitores disseram que vão anular ou não votarão.

Segundo turno

O levantamento divulgado neste domingo aponta que o senador Ronaldo Caiado (DEM) venceria o segundo turno das eleições ao Governo de Goiás com mais de 32 pontos de vantagem. Nas simulações contra o governador José Eliton (PSDB) e contra o deputado federal Daniel Vilela (MDB), ele ultrapassa 52%.

Em uma possível disputa entre Caiado e Eliton, 53,1% afirmaram que votariam no democrata, contra 20,6% que preferem o tucano. Já em um possível embate entre Caiado e Daniel, o senador aparece com 52,6% contra 18,1% do emedebista.

O Instituto Serpes não fez simulação de disputa da segundo turno sem a presença de Caiado, considerada muito improvável a 30 dias das eleições.

Rejeição

O governador José Eliton (PSDB) e o senador Ronaldo Caiado (DEM) são os primeiros colocados no ranking de rejeição do eleitorado na disputa ao governo de Goiás. Questionador sobre em qual candidato não votariam de jeito algum nas eleições deste ano, em lista de sete nomes que concorrem ao Palácio das Esmeraldas, 19,1% dos eleitores apontaram o tucano e 17,2%, o democrata.

José Eliton passou a liderar a resistência por parte do eleitorado na quarta rodada, quando registrou o mesmo índice de rejeição. Caiado tinha 16,6%, o que também aponta que oscilou para cima.

15,6% dos eleitores afirmam que não votam na candidata do PT, professora Kátia Maria e, outros 13,9% não votariam no deputado federal Daniel Vilela (MDB). Na pesquisa anterior, o índice de Kátia era praticamente o mesmo, 15,7%, já o de Daniel, era de 14,1%.

Os professores Weslei Garcia (PSOL), Marcelo Lira (PCB) e Alda Lúcia (PCO) têm rejeição de 10,6%, 9,9% e 9,6%, respectivamente. Todos oscilaram para baixo na comparação com a rodada anterior.

Metodologia

A quinta rodada da pesquisa Serpes/O Popular foi realizada em 30 municípios goianos, e tem intervalo de confiança de 95%. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral pelo protocolo de número BR-04591/2018 e protocolo número GO-07537/2018 no Tribunal Regional Eleitoral, ambas no dia 2 de setembro. 

Fonte: Diário de Goiás


// Você deve estar logado com seu perfil no Facebook para comentar. Este espaço visa promover um bom debate sobre o assunto tratado. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser excluídos.
Participe!