A notícia acontece, a gente informa

SEM RETORNO: Prefeito reclama de mensalidade na AMM


O município de Alto Taquari (a 484 km de Cuiabá) paga por mês cerca de R$ 26 mil como mensalidade para se manter filiado à Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM). Mas o retorno que a cidade tem obtido com os serviços prestados pela AMM não correspondem ao valor pago, é o que reclama o prefeito Fábio Mauri Garbugio (PTB) 

Segundo o prefeito, desembolsar R$ 26 mil mensais sem um retorno eficaz por parte da AMM dificulta a justificativa aos munícipes para se manter filiado à associação. “Não vejo, na atual circunstância, benefício nenhum para o meu município estar pagando um valor tão alto. Se as prefeituras não tiverem um retorno, a cobrança pode até ser legal, mas é imoral. Os prefeitos precisam saber o que está sendo feito com o dinheiro que paga à AMM”, alerta. 

Fábio aponta que a AMM poderia ser realmente parceira dos municípios se oferecesse melhores condições para que os prefeitos do interior quando vêm a Capital em nome de suas cidades. 

AMM mais Forte e Transparente 

O prefeito Fábio Garbugio é candidato a Tesoureiro Geral pela chapa encabeçada pelo prefeito de Araguainha, Sílvio Moraes Filho (PSD). A chapa AMM mais Forte e Transparente é composta pelo prefeito Jossimar José Fernandes (PSD), de Nortelândia, que concorre como vice-presidente. Jair Klainer (PSB) de Cotriguaçu é candidato a 2º presidente. Valdenir José dos Santos (PSDB) de Nova Ubiratã é candidato a 3ª vice-presidência.

Jeferson Ferreira Gomes (DEM) de Comodoro e Edu Landi Pascoski  (PR) de Itanhagá são candidatos a 4º e 5º vice-presidentes, respectivamente. Altair Marques do Amaral (PR) de Poconé é candidato a secretário geral. Terezinha Guedes Garrara (DEM) de Nova Santa Helena é candidata a 1ª secretária, e Humberto Luiz Nogueira de Menezes (PSDB) de Ponte Branca, candidato a 2º secretário. 

Na tesouraria, além de Fábio Garbugio, Clodoaldo Monteiro (DEM) de Acorialzal e Claudinei Singoland (DEM) de Alto Garças, são candidatos a 1ª e 2ª secretarias, respectivamente. 

O conselho fiscal proposto pela chapa AMM Mais Forte e Transparente conta com Thelma Pimentel de Oliveira (PSDB) de Chapada dos Guimarães, Raimundo Nonato de Abreu Sobrinho (PSb) de Barra do Bugres e Elvio de Souza Queiroz (PSC) de Barão do Melgaço. 

Os suplentes são Roberto Ângelo Farias (MDB) de Barra do Garças, Ronaldo Garcia de Besso (PSb) de Rondolândia e Gustavo de Melo Anicezio (PSB) de Alto Araguaia.

Do: Folhamax


// Você deve estar logado com seu perfil no Facebook para comentar. Este espaço visa promover um bom debate sobre o assunto tratado. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser excluídos.
Participe!