A notícia acontece, a gente informa

Uvas Araguaia: desde 1999 vende uvas, vinhos e cerveja para quem passa na BR-364


Por Carlos André, Letícia Yamasaki e Maiza Borges

O estabelecimento Uvas Araguaia, localizado a aproximadamente 4 km da cidade de Santa Rita do Araguaia-Go, está em funcionamento há quase 20 anos no mesmo local, cultivando uvas como seu principal produto. Hoje em dia é aberto de segunda a sábado das 7 horas da manhã às 18h30min, vendendo produtos artesanais e regionais (da região e do Sul do país), além das uvas, dos vinhos, cerveja, sucos e salgados.

O comércio funciona de segunda a sábado. Foto: Maiza Borges

Este comércio foi criado por Valdir Sprafico, que no início plantava a fruta, produzia vinhos e vendia água de coco. Atualmente, a família passou a diversificar as espécies de uva e também fazer cervejas artesanais no próprio local desde novembro de 2017.

A família Sprafico veio do Rio Grande Sul em 1999 e adquiriram seis hectares de terra às margens da BR-364, sentido à cidade de Mineiros (GO). No Sul, eles aprenderam a cultivar uvas e a produzir vinhos, que a princípio eram feitos somente para o próprio consumo. Ao chegar à região do Araguaia perceberam que a terra era apropriada para a plantação e já começaram a colocar sementes de uva e coco para complemento e paisagismo.

Antes o espaço era feito de “chapéu de palha” e a produção de suco e vinho era realizada na varanda. Em 2014, a família reformou o local, tornando-se o que é hoje, um ambiente caracterizado por uma arquitetura rústica predominante do Sul do país. Construíram a loja e o lugar apropriado para fazer vinho.

Na frente se tem a loja e nos fundos a plantação de uvas, mexericas e coco. Para o cultivo eles possuem cinco funcionários que adubam e cuidam dos cinco tipos de uvas: Niagra Branca e Rosé (que é uva de mesa), Vitória (que começou a ser plantada há dois anos), Carbenie Blanc (plantada recentemente para a produção de Chopp de Uva em 2019) e Isabel (que é polivalente, ou seja, serve para vinho e para mesa).

De acordo com o filho do proprietário do local, Gustavo Sprafico, de 24 anos, a ideia de se produzir cerveja surgiu dele e de seu irmão, Igor Sprafico, levando em consideração sua parte da família ser alemã que tinha interesse nesta bebida, enquanto a outra parte italiana do seu pai gostava de vinhos.

Bebida vem tendo boa aceitação na região. Foto: Maiza Borges

Começaram a produzir cervejas em novembro de 2017 e a vender em 2018. Isto se deve ao processo de preparação, que dura em torno de 46 dias e são feitas cerca de 250 garrafas de 600 ml por vez, vendidas a R$12,00. Por enquanto vendem somente no estabelecimento próprio, mas pretendem expandir para a região do Araguaia (Alto Taquari, Mineiros, Alto Araguaia, Santa Rita do Araguaia), assim como fazem com as uvas. “A primeira produção de cervejas vendeu tudo em 12 dias. Pretendemos mais para frente produzir além das garrafas de 600 ml, as long neck”, conta Gustavo.

Ele também ressalta que pretende construir um local próprio para a degustação da nova bebida, com lago, que dê para as pessoas apreciarem os produtos enquanto possam ver as plantações, além da produção de Chopp de uva que querem fazer em 2019. Mesmo com a crise econômica que afetou todo o país, o local consegue se estabelecer por todos estes anos, devido a mudança dos produtos e dos clientes que os visitam enquanto passam pela BR-364.

Por enquanto eles estão comprando dos consumidores os cascos das cervejas vazias por R$0,50, já que os municípios ao redor, não disponibilizam tal embalagem. Já os cascos de vinho são comprados em uma fábrica de São Paulo.

O fundador das Uvas Araguaia, Valdir Sprafico, de 60 anos, acredita que a produção da cerveja é mais fácil do que o vinho, por precisar plantar as uvas. Mas sempre se interessou e se especializou na produção de vinho, em que o processo dura cerca de um ano e meio até o produto poder ser vendido ou consumido.

Ao todo na plantação de uvas já são quase cinco mil pés, em duas safras anuais, que são organizadas em “parreirais” numerados, para se saber quando deve cuidar necessariamente daquele plantio específico. As frutas são cobertas por uma espécie de rede para proteger dos pássaros e fenômenos da natureza. Também possuem uma bomba que irriga toda a plantação duas vezes ao dia automaticamente ao ser ligada.

Funcionária a uma semana do estabelecimento Uvas Araguaia, Eliane Martins de Carvalho, de 28 anos, conta que está gostando de trabalhar no local e que neste curto período já aprendeu de tudo um pouco sobre uvas e vinhos. Ela trabalha todos os dias de funcionamento da loja e já morava em Alto Araguaia há mais de 10 anos sem ter frequentado o ambiente.

Guilherme Morais, de 26 anos, e sua mãe Helita Menezes, de 60 anos, moram em Jaciara e já foram às Uvas Araguaia mais de dez vezes, sempre quando passam pela BR-364.Preferem parar lá do que em outro local devido a qualidade dos produtos e atendimento. “Melhor lugar na BR-364”, afirma Helita.


// Você deve estar logado com seu perfil no Facebook para comentar. Este espaço visa promover um bom debate sobre o assunto tratado. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser excluídos.
Participe!