PERUCHI
Notícias

Araguaiense Rodrigo Rodrigues assume diretoria ligada à saúde indígena

O ministro chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, nomeou o mato-grossense Rodrigo Rodrigues para a diretoria do Departamento de Gestão da Saúde Indígena, secretaria especial ligada ao Ministério da Saúde.

Rodrigo Rodrigues e o cacique Raoni: secretaria especial do Ministério da Saúde
Rodrigo Rodrigues e o cacique Raoni: secretaria especial do Ministério da Saúde

A nomeação saiu no Diário Oficial da União, nesta terça-feira (8). Ele substitui o ex-diretor Rafael Bonassa Faria.

A indicação de Rodrigues partiu do líder da bancada do PMDB na Câmara Federal, deputado Leonardo Picciani, e foi apoiada pelo deputado Carlos Bezerra (PMDB) e pelos senadores Wellington Fagundes (PR) e Blairo Maggi (PMDB).

Rodrigues irá comandar uma pasta com orçamento anual de R$ 1,7 bilhão.

“É um cargo de extrema importância e teremos condições de fazer um trabalho à altura. Há algum tempo a questão da saúde indígena estava relegada a um segundo plano, o que teve repercussão muito negativa, inclusive na ONU. Por isso foi criada essa secretaria especial, para se dar maior ênfase nessa questão”, disse.

Rodrigues disse que criou o primeiro Centro Integrado de Atenção Psicossocial (Ciaps) de Álcool e Drogas de Cuiabá, e que priorizará a recuperação de índios em situação vulnerável em relação ao alcoolismo e entorpecentes.

“Iremos atuar fortemente nessa questão relacionada a álcool e drogas, porque trata-se de uma população muito vulnerável. E, até agora, não se tem notícia de um trabalho profundo nessa questão. Até porque cada etnia tem costumes diferentes, o que acaba complicando a adoção de uma política. Mas esse será o nosso foco”, afirmou.

“Além disso, essa diretoria trabalha com algumas Organizações Sociais, como a Sociedade Paulista de Medicina, que contrata médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, técnicos de enfermagem. Então, há equipes que trabalham dentro das aldeias. E vamos dar ênfase nesse trabalho”, afirmou.

Mato Grosso

Rodrigues, que deve tomar posse nesta quarta-feira, em Brasília, disse que também priorizará Mato Grosso.

“Nossa atuação será em nível nacional, mas queremos dar atenção especial ao nosso Estado, referência na questão indígena. Para tanto será importante estreitarmos o relacionamento com o Governo Pedro Taques e com as prefeituras, para traçarmos estrategias em conjunto”, disse

Rodrigo Rodrigues já foi diretor geral, por dois anos, do CIAPS Adalto Botelho, ligado à  Secretaria de Saúde de Mato Grosso.

Ele também foi diretor administrativo-financeiro da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, chefe de gabinete da Auditoria Geral do Estado e atuou no sistema prisional do Estado.

Natural de Alto Araguaia, Rodrigo Rodrigues tem passagens pelo PDT e Solidariedade.  Recentemente, assinou ficha no PMDB viabilizando a indicação.

Filho do ex-deputado estadual Pedro Lima, Rodrigues exerceu cargos de direção nas secretarias de Saúde e Meio Ambiente.  Ambas as funções foram assumidas na gestão do ex-governador, hoje senador, Blairo Maggi (PR).

 

Fonte: Mídia News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar