Notícias

Cai drasticamente o número de focos do mosquito Aedes Aegypti em Santa Rita do Araguaia

Vinte e um servidores participaram de reunião com um representante da Secretaria de Estado da Saúde para apresentação do balanço. (Foto: Assessoria).
Vinte e um servidores participaram de reunião com um representante da Secretaria de Estado da Saúde para apresentação do balanço. (Foto: Assessoria).

Ademilson Lopes 

O número de focos do mosquito Aedes Aegypti caiu significativamente em Santa Rita do Araguaia-GO. No mês de janeiro de 2016, a cada 100 casas do município goiano, em quase sete (precisamente 6,62%) foram encontrados criadouros do inseto. Já em maio, o percentual de imóveis com focos do mosquito diminuiu para 0,20%, ou seja, um foco para cada 500 casas da cidade. Além disso, também houve redução dos casos notificados de dengue: de 54 em janeiro para nenhum caso registrado no mês de junho. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás.

De acordo com a secretária Municipal de Saúde de Santa Rita do Araguaia, Maria Selma de Lima, os números positivos são consequência das ações de combate ao Aedes desencadeadas pelo município. “Em janeiro, nós tivemos uma infestação muito grande de Aedes na cidade e então adotamos uma série de medidas para reduzir o quadro. Intensificamos as visitas domiciliares com agentes de saúde e agentes de endemias, fizemos parceria com o Corpo de Bombeiros de Mineiros-GO, promovemos o mutirão de limpeza e disponibilizamos caçambas de entulho para os moradores, além de outras ações”, explicou ela.

Ao contrário do que acontece em Goiás, outros estados da federação ainda enfrentam dificuldades para combater o mosquito. É o caso, por exemplo, de Mato Grosso, que já registrou 25.911 casos de dengue neste ano, 56% a mais do que em 2015.

OS NÚMEROS…

No mês de janeiro, a cada 100 casas de Santa Rita do Araguaia, quase sete (precisamente 6,62%) apresentavam algum foco do mosquito Aedes Aegypti. Nos meses seguintes houve redução drástica desse percentual: 1,5% de imóveis com criadouros do inseto em fevereiro; 0,63% em março; 0,36% em abril; até chegar a apenas 0,20% em maio (o que equivale a um foco para cada 500 casas). O levantamento foi feito pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás e é relativo ao período de 01 de janeiro de 2016 a 31 de maio. Os números de junho ainda não foram divulgados, mas estima-se que houve nova redução de focos do mosquito.

A quantidade de casos notificados de dengue também caiu. Em janeiro desse ano, foram registrados 54 casos; 51 em fevereiro; 41 em março; 10 em abril; cinco em maio; e nenhum caso em junho. A estatística, mais uma vez, é da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás e corresponde ao período de 01 de janeiro de 2016 a 30 de junho.

Em contrapartida, o município vem mantendo uma rotina rigorosa de visitas domiciliares mensais às casas de Santa Rita do Araguaia, promovidas por agentes de saúde e agentes de endemias. Em janeiro, 3.417 residências de Santa Rita do Araguaia foram visitadas; em fevereiro, 3.141; em março, 2.626; em abril, 3.030; em maio, 2.376; e em junho, 2.411. A cada visita, os agentes procuram e eliminam focos do mosquito e orientam os moradores sobre as medidas de prevenção.

Com um trabalho intenso de visitas domiciliares, a Secretaria Municipal de Saúde cumpriu a meta de inspecionar mensalmente mais de 70% dos domicílios existentes na cidade. Essa meta é estabelecida pela Secretaria de Estado de Saúde.

Por conta de todos esses números positivos, o Executivo de Santa Rita do Araguaia recebeu elogios em ofício assinado pelo Secretário de Estado de Saúde, Leonardo Moura Vilela.

REUNIÃO COM REPRESENTANTE DA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE GOIÁS

O coordenador de informação em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde de Goiás, Tales Coelho Gonçalves, se reuniu na quinta-feira (14) com 21 servidores da Secretaria Municipal de Saúde de Santa Rita do Araguaia, entre eles, enfermeiros, médicos, agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias.

Na ocasião, Tales elogiou o trabalho dos servidores envolvidos nas ações de combate à dengue, apresentou estatísticas municipais e estaduais do programa Goiás Contra o Aedes e exibiu vídeos sobre os transtornos provocados pela microcefalia, doença provocada pelo zica vírus, transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti. A reunião começou por volta das 14h, terminou perto das 15h15 e aconteceu na própria Secretaria de Saúde.

“Em janeiro, nós tivemos uma infestação de dengue aqui em Santa Rita. Mas graças ao trabalho da Secretaria de Saúde em parceria com outras secretarias, funcionários da Saúde, agentes comunitários de saúde e agentes de endemias nós conseguimos uma melhora muito grande, pois todos entraram na guerra contra o Aedes. Parabenizamos o município pelas ações que deram resultado”, afirmou o coordenador de informação.

Informações:

Ademilson Lopes/Chefe do Gabinete do Prefeito

E-mail: ademilsonlopes.adv.jor@gmail.com

Telefones: (64) 3635-7000 ou (66) 9603-6785

Fanpage: www.facebook.com/santaritadoaraguaiaoficial/

Site: www.santaritadoaraguaia.go.gov.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar