PERUCHI
DestaquesTô Ligado

Doações de roupas e calçados trazem alegria à população de Alto Araguaia

Lígia Saito (texto e fotos) – Coordenadoria de Comunicação TJ-MT

O dia mal havia começado e Aderso Carrijo da Silva, no alto dos seus 73 anos, já tinha acordado para chegar cedo ao mutirão da expedição Araguaia Cidadão, realizado no campus da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). Às 5h30 da manhã estava de pé, esperando a carona que o levaria da zona rural de Alto Araguaia até o centro da cidade. O objetivo inicial era uma consulta com oftalmologista e um novo par de óculos, já que o dele é tão antigo que nem se lembra mais há quanto tempo foi feito.

?

Mas a expedição conduzida pelo Poder Judiciário de Mato Grosso foi além, e entregou ao idoso um par de tênis e roupas, como camiseta, shorts, cueca e um agasalho. “Se fosse para pagar, não tinha condições de fazer, nem consulta nem óculos. De brinde ainda ganhei presente. É uma ação muito boa, principalmente para quem não tem como pagar. Graças a Deus, saio daqui feliz”, conta Aderso, que sobrevive com um salário mínimo. Às 8h da manhã, antes mesmo da abertura dos portões, era um dos primeiros na fila aguardando o atendimento.

Nessa terça-feira (13 de agosto), a primeira entrega de produtos foi feita pessoalmente pelo presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha. Já Aderso ganhou os produtos diretamente das mãos do corregedor-geral da Justiça, desembargador Luiz Ferreira da Silva, que acompanhou o início dos trabalhos da expedição Araguaia Cidadão.

A dona de casa Andreia Paulo de Souza, de 41 anos, veio acompanhar um tio que tinha consulta oftalmológica e aproveitou para fazer um design de sobrancelha, ofertado pela empresa parceira Galvan Escola de Cabeleireiros. Surpresa com as doações, não se fez de rogada e entrou na fila, conseguindo um par de tênis e roupas para o filho de 17 anos. “Vou dar para o meu filho Elivânio. Estou feliz porque não teria condições de comprar. Com certeza vai ficar muito feliz”, conta Andreia, que também faz faxina para complementar a renda da família. Ela recebeu os itens das mãos da juíza-diretora do Foro de Alto Araguaia, Marina França.

Pai de Jonathan, de um ano e oito meses, e de Julia, de cinco anos, o entregador Jardel de Souza Camargo, de 34 anos, veio ao campus da Unemat para aproveitar as atividades de lazer voltadas para as crianças, como o pula-pula, oficinas de leitura e o jogo Rebojando. “Hoje vim aqui para um dia de lazer para eles, e também para pegar mudas de árvores. Essa ação é muito gratificante. Não esperava sair com roupas e um par de tênis novo. Foi muito bom! Geralmente, destroem esses produtos, e foi bom que aqui não fizeram isso e reverteram para a sociedade. São produtos bons e caros que precisam ser utilizados. O Araguaia Cidadão está de parabéns”, elogiou.

Ao todo, a Receita Federal doou 4.600 quilos de produtos, como shorts, cuecas, agasalhos, mantas e toalhas, que serão distribuídas ao longo da expedição Araguaia Cidadão, nos municípios de Alto Araguaia (13 e 14), Araguainha (15 de agosto), Ponte Branca (16 de agosto), Ribeirãozinho (17 de agosto), Torixoréu (18 de agosto) e Pontal do Araguaia (19 e 20 de agosto).

Além disso, 350 caixas de calçados apreendidos no posto fiscal de Alto Araguaia, como tênis, sandálias, sapatênis e chuteiras, serão destinadas aos moradores das cidades de Alto Araguaia, Araguainha e Ponte Branca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar