DestaquesVariedades

É crítico o trecho de MT-100 entre Araguainha e Ponte Branca. Prefeito pede socorro

Por Kayc Alves/Da Redação Semana7

A rodovia não é a única que carece de urgência nas ações do estado. Foto: Silvio José de Moraes Filho

Devido às fortes chuvas dos últimos dias, o trecho da MT-100, entre Araguainha e Ponte Branca encontra-se intransitável. O tráfego de carretas e caminhões na região é grande e os municípios não tem conseguido cumprir a demanda de suporte aos veículos que ficam atolados.

O prefeito Silvio José de Morais Filho, o Silvinho (PSD), de Araguainha informou a reportagem, que a situação da estrada até o município de Ponte Branca, paralisou o tráfego na região. Segundo ele, o escoamento de grãos, da produção agrícola local, tem sido prejudicado.

Em vídeo ele mostra os esforços da prefeitura para arrastar os veículos de carga, ao longo do trecho. De acordo com Silvinho, as três máquinas disponíveis para dar esse suporte, uma de Araguainha e duas de Ponte Branca, não conseguem cumprir a demanda.

O prefeito pediu a colaboração dos motoristas para evitarem o tráfego no trecho. “Está praticamente intransitável. Enquanto não cessarem as chuvas, não adianta, porque não está passando.”

O asfaltamento do trecho ainda não tem previsão, visto que o contrato com a empreiteira Ensa foi cancelado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra). A empresa era responsável pela extensão da MT-100, entre Alto Araguaia e Ponte Branca, mas não concluiu nem o trecho até Araguainha.

Para o asfalto chegar a Ponte Branca, ainda restam 47 km, que devem ser licitados novamente pelo estado. Segundo Silvinho, a Sinfra avalia se é melhor passar o trecho para o segundo colocado na licitação já realizada, ou abrir outro processo licitatório.

Mas o caso não é o único, que carece de urgência nas ações do estado. A situação da MT-100 entre Barra do Garças e Torixoréu, também tem impedido o trânsito. Na rodovia MT-413, o problema é semelhante e impede o tráfego de moradores e produtores de Santa Terezinha. O trecho de 24 km de obra inacabada, até a BR-158, ficou intransitável com as chuvas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar