PERUCHI
Notícias

EM CARTÓRIO: Gestão passada não paga contas e prefeitura de Alto Araguaia é levada a protesto

Dívidas somam aproximadamente R$ 20 mil devido a falta de pagamento de fornecedores.

Foto Reprodução: De acordo com os documentos, os títulos protestados são referentes ao mês de julho.
Foto Reprodução: De acordo com os documentos, os títulos protestados são referentes ao mês de julho.

Devido ao não pagamento de contas geradas durante a gestão do ex-prefeito Maia Neto, a prefeitura de Alto Araguaia (415 km de Cuiabá), teve o nome protestado em cartório. As dívidas somam R$ 19.919,00 em protestos, por falta de pagamento de fornecedores no exercício de 2013. As compras efetuadas nesse período junto a PMH Produtos Médicos Hospitalares, referem-se à aquisição de produtos laboratoriais para a área da saúde do município.

De acordo com os documentos, os títulos protestados são referentes ao mês de julho. O primeiro ofício de protesto, datado no dia 12 de julho, soma R$ 5.620, enquanto que o segundo documento, processado no dia 15, chega ao montante de R$ 6.907,60. Uma outra cobrança está afixada em R$ 7.391,40 relacionados a compras executadas também no dia 15.

Pega de surpresa, a atual administração apura a responsabilidade pelo não pagamento. “Estamos analisando o caso. Mesmo que não tenha sido criada por nós, iremos cumprir com o que está previsto dentro do orçamento e quitar a dívida. Não podemos deixar de pagar nossos fornecedores, como aconteceu no exercício passado”, diz o prefeito de Alto Araguaia, Gustavo Melo (PSB).

O gestor lembra ainda que o protesto gera improbidade administrativa. De acordo com o estabelecido na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o município pode ficar impedido de celebrar novos contratos e convênios.

ASSECOM/AIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar