PERUCHI
Notícias

Fobia, Por Ondino Lima Neto

Jornalista: Ondino Lima Neto
Jornalista: Ondino Lima Neto

  Confesso não tenho vergonha de falar, morro de medo de avião. Durante a minha infância e adolescência suportei bem essa fobia, fui várias vezes para Salvador de avião, devido a distância. Ao me mudar para Alto Araguaia, fiquei livre dessa obrigação.

     Em 1981 aos 12 anos, deixei de conhecer a Disney World, por causa de notas vermelhas no meu boletim. O tempo passou e não pensei mais nesse assunto, agora aos 46 anos decidi presentear o meu filho Gabriel com uma viagem ao mundo encantado..

     Decidimos em consenso, que a viagem seria para toda a família, isto é dentro do possível agradar a todos. Eu queria conhecer Nova York, a minha esposa fazer compras em Miami e o meu filho Gabriel queria conhecer o Parque da Universal em Orlando.

     Programação pronta, partimos para a escolha da rota aérea da viagem, pois de São Paulo a Nova York são 7.695 Km. Me doía a barriga, só de olhar no mapa o trecho dentro de uma aeronave, seriam 9 horas de voo, sem escalas para pensar em desistir.

     O bom senso determinava ir de carro até Goiânia, daí avião para São Paulo, de lá para Nova York e outro voo para Miami. Voto vencido, não tive outra alternativa a não ser, vencer o meu próprio fantasma, sem contagiar os demais.

     Para o meu azar, perdi a conexão em São Paulo para Nova York, e tive que mudar de companhia e fui parar em Charlotte. Isso  significou um voo a mais, para quem já tinha passado nove horas acordado pensando se voltaria vivo para o Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo