Notícias

Prefeito Gustavo Melo discute parceria com Caixa Econômica para o “Minha Casa, Minha Vida” em Alto Araguaia

Projeto aprovado na Câmara de Vereadores, prevê a construção de 740 unidades habitacionais.

Foto: Assessoria Câmara de Vereadores
Foto: Assessoria Câmara de Vereadores

No início desta semana (29), o prefeito de Alto Araguaia (415 Km de Cuiabá), Gustavo Melo (PSB), reuniu com o gerente da Caixa Econômica Federal do município e vereadores, para discutir sobre o programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal. No encontro foram apresentados o projeto que prevê a construção de 740 unidades habitacionais para o município.

Durante a reunião, tratativas como a falta de regularização fundiária e a importância em reduzir o déficit habitacional reforçaram a necessidade do programa. As casas devem ser construídas no loteamento municipal Vista do Araguaia. Todos os documentos necessários e o projeto serão protocolados na Caixa Econômica e no Ministério da Cidade, em Brasília.

“Iremos atuar para que possamos oferecer moradia digna, desenvolver cidadania. Vamos buscar recursos para dar o melhor àqueles que mais precisam”, disse o prefeito, Gustavo Melo. Sobre o loteamento, o prefeito explicou que ainda aguarda a liberação da licença ambiental, uma vez que a prefeitura teve acesso a licença buscando a liberação. Na oportunidade, o gestor agradeceu ainda toda equipe do executivo que esteve empenhada levantando documentos necessários.

De acordo com o gerente da Caixa Econômica, Hassan Okde, o projeto discutido com o prefeito e vereadores veio para facilitar a construção da casa própria, uma vez que o município possui terrenos. “Ao invés de entregar somente um lote, porque não entregar a casa própria? Então, nós estamos pleiteando junto ao Governo Federal, um recurso para que consigamos trazer este empreendimento para o município, a moradia digna com qualidade”, diz.

Em reunião com o prefeito, o gerente da unidade financeira falou da burocracia em ter um lote e pleitear um financiamento explicando as restrições cadastrais e questões de margens financeiras de cada morador. Para Hassan, com o empreendimento, terão a moradia que todos anseiam. “Atuaremos como agente transformador social dentro do município”, finaliza.

Na reunião, estiveram presentes os vereadores Jorge Melo (SD), Vanderlei Marques (PSB), André Leal (PSC), Deusdete Xixica (PSB), Zé Airton (PDT), Marcos Aurélio (PR), Henrique Pyter (PSB) e Paulinho (PSDB).

O projeto de Lei nº 40/2017 que autoriza o chefe do poder executivo municipal a firmar parceria com a Caixa Econômica Federal para construção das 740 casas, foi votado e aprovado na Câmara Municipal de Vereadores na noite de segunda-feira (29).

ASSECOM/AIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar