LUTO: Unemat lamenta morte da servidora Maria do Carmo Figueiredo por Covid

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

 

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) lamenta a morte da servidora técnica-administrativa Maria do Carmo Figueiredo da Costa, 63 anos, ocorrido na manhã desta quinta-feira (15) em decorrência de complicações da Covid-19.

Carminha como era conhecida era muito querida Alto Araguaia, cidade em que nasceu e viveu durante toda a sua vida. Ela atuava no câmpus da Unemat desde 1998 e ultimamente estava lotada na Biblioteca da Instituição. Ela também integrava o grupo de Teatro “Nós do Araguaia” que apresenta peças de teatros voltados a conscientização sobre diversos assuntos como prevenção ao suicídio dentre outros. Fazia parte, também, do Grupo da melhor idade de “Frente para a Vida”, onde atuava como membro da diretoria.

A servidora estava internada na UTI do Hospital Regional de Rondonópolis desde o dia 27 de março. Ela era viúva, teve quatro filhos: Clebsos, Cleison, Clayton e Geneilson (falecido). Deixa 10 netos e 3 bisnetos.

Seu sepultamento será no final desta tarde, no cemitério de Alto Araguaia.

O Câmpus de Alto Araguaia decretou luto oficial pela morte da servidora, e a Universidade do Estado de Mato Groso se junta aos amigos e familiares nesse momento de dor e tristeza. A Deus pedimos força para continuar nossa caminhada.

 

por Lygia Lima
Shopping Basket
%d blogueiros gostam disto: