DestaquesNotíciasTô Ligado

Nota de esclarecimento quanto a publicação da matéria “Gustavo Melo, imprudente ou despreparado?

Os prejuízos causados pela irresponsabilidade do atual Prefeito, Gustavo Melo, no trato da gestão pública ao longo dos últimos anos, contabilizam valores muito superiores àqueles pagos à previdência municipal.

Da redação André da FM

No dia 21 deste mês, publicamos, em nosso site, a matéria intitulada de “Gustavo Melo, imprudente ou despreparado?”, leia: https://www.andredafm.com.br/gustavo-melo-imprudente-ou-despreparado-por-carlos-andre/?fbclid=IwAR0NoyvVqwW_QrMCQoSksn-Jw04aDchKTHNKshswjUh9zmnQylX1N6oAAD8.

Dois dias após a publicação da matéria, a prefeitura publicou uma nota nos respondendo, analise: http://altoaraguaia.mt.gov.br/noticia/nota-de-esclarecimento-quanto-a-publicacao-do/2024?fbclid=IwAR15hlzbrC6cn7CAxHGFLAm2njszeDMTfAO0hh8C5Wnoudi5kHfm7AK5V_Q.

Sobre a nota publicada pela prefeitura, na qual o Prefeito tenta tirar o crédito da nossa matéria, dizendo que o conteúdo é mentiroso, viemos tecer alguns comentários:

1) diferentemente do Prefeito, que até para o Tribunal de Contas já enviou informações fraudulentas, não publicamos nenhuma mentira ou fake News, publicamos matérias verdadeiras; porém, nem sempre essas matérias agradam o Prefeito, e este, por não conseguir conviver com críticas, tenta nos denegrir;

2) em nenhum momento da matéria dissemos que a crise financeira do município é algo inventado, dissemos que a atitude incompetente e irresponsável do atual Prefeito criou a crise;

3) quanto à contratação do escritório de advocacia, o qual o Prefeito poderá pagar até 20 mil reais por mês, na nossa opinião, nada justifica esta contratação e o pagamento de um valor tão alto, principalmente, para atuar em apenas dois processos, como consta na própria nota. A situação se agrava ainda mais se levarmos em conta a forma de contratação que o Prefeito utilizou para contratar o escritório, o Gestor contratou o advogado por meio de inexigibilidade de licitação, ou seja, Gustavo Melo ESCOLHEU o advogado;

4) o Prefeito disse na nota que não houve nenhum apontamento feito pelo Tribunal de Contas na contratação do sistema (pregão presencial nº 24/2017). Afirmo, veementemente, que isso é uma afirmação MENTIROSA, pois o Prefeito foi multado pelo Tribunal de Contas pela irregularidade cometida, inclusive, Gustavo Melo recorreu da decisão, verifique: https://www.tce.mt.gov.br/conteudo/show?cid=47475; só para lembrarmos, o Prefeito foi acusado, em um primeiro momento, de ter SUPERFATURADO e DIRECIONADO a licitação para contratação do sistema; confira: https://www.tce.mt.gov.br/protocolo/decisao/num/310913/ano/2017/num_decisao/722/ano_decisao/2018/singular/true; porém, como pode ser constatado no link, o Tribunal afastou o superfaturamento por falta de provas e manteve o direcionamento. Lembrando que o Prefeito, assim que assumiu em 2017, dobrou o valor que era pago pelo sistema anterior;

5) quanto à ponte que a prefeitura construiu na MU-24, na nota publicada, o Prefeito afirma que a ponte não beneficia somente o fazendeiro Miltão; no momento, não vamos rebater este ponto, pois, nos próximos dias, iremos gravar um vídeo da ponte e postar no nosso portal, assim a própria população poderá concluir quem publica fake news;

7) entendemos que o Gestor público deve ter uma conduta reta, sincera, usar o veículo de comunicação da prefeitura para MENTIR e confundir a população é uma conduta, no mínimo, imoral, e que deveria ser repreendida pelos órgãos de fiscalização, esse hábito que o Prefeito tem de faltar com a verdade é algo que deve se manter na sua vida particular, levar a mentira para dentro da prefeitura, como o Prefeito está fazendo, só demostra a sua moral rebaixada, informações fraudulentas, fake News no site oficial, isso é algo que não deve ser admitido pela população;

8) por último, informamos que antes de publicar qualquer matéria que diz respeito ao Prefeito, sempre tentamos entrar em contato com este; no entanto, como todos sabem, o Prefeito só fala com jornalistas que dão sustentação política a ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar