PANDEMIA: 174,7 mil pessoas acima dos 18 anos ainda não receberam 1ª dose em MT

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Em Mato Grosso, 174.720 pessoas com 18 anos de idade ou mais ainda não receberam a primeira dose de uma das vacinas que protegem contra o coronavírus, causador da Covid-19. A quantidade corresponde a 6,87% do público adulto, que é de 2.580.635 indivíduos residentes no Estado. Em se tratando da segunda dose, o número sobe para 967.898 pessoas ou 38,05% da população adulta mato-grossense.

O levantamento consta em informe técnico nº 48 do Ministério da Saúde (MS), que iniciou nesta semana uma nova distribuição de mais de 5,3 milhões da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19. Para Mato Grosso, são 71 caixas contendo 83.070 doses, sendo 74.763 destinadas a primeira aplicação e, 8.307 (10%) consideradas como reserva técnica.

Com mais essa remessa, o órgão federal avalia que está cada vez mais perto de atingir a meta de atingir todos os brasileiros com a primeira dose. Até agora, 86% já começaram o ciclo vacinal em nível nacional. O MS informou ainda o envio de 6.800 seringas com agulha descartáveis e 7.110 diluentes para o Estado.

Ministério da Saúde garante que está cada vez mais perto de atingir a meta de vacinar toda a população adulta brasileira com a primeira aplicação

 

Segundo a nota técnica, os dados têm como base a realização de um levantamento de doses (D1) distribuídas, independente, da perda operacional, até a pauta 36, por unidade Federada, a fim de estimar a cobertura vacinação atual. O cálculo obtém toda a população ainda por vacinar com idade decrescente até 18 anos em todos os estados.

“As unidades federativas estaduais com atraso receberão gradualmente mais doses de vacinas para acelerar o montante da população ainda não contemplada”, traz o documento. “Dessa forma, o Ministério da Saúde está ajustando os quantitativos para que todos os estados terminem essa etapa da vacinação de forma equânime”, completa.

Neste último dia 13, a pasta também fez um alerta sobre a necessidade de estados e municípios seguirem as recomendações pactuadas de forma tripartite e o Plano Nacional de Operacionalização (PNO), para garantir a segunda dose de toda a população. Vale lembrar que além da Pfizer também são disponibilizados os imunizantes da Coronavac, Astrazeneca e a Janssen, esta última em dose única.

Além disso, os adolescentes de 12 a 17 anos de idade, com prioridade para aqueles com comorbidades, foram incluídos na campanha nacional de vacinação contra a doença. Para esse grupo, foi autorizado somente a Pfizer. Conforme o Ministério da Saúde, a imunização desse público ocorrerá assim que concluída a distribuição de imunizantes suficientes para aplicar, pelo menos, a primeira dose em toda a população adulta vacinável.

Até a tarde desta última segunda-feira, Mato Grosso contabilizava 527.805 casos confirmados e 13.655 óbitos em decorrência do coronavírus. Do total, 4.724 infectados estão em isolamento domiciliar e 508.559 recuperados. A taxa de ocupação está 41,71% para unidades de terapia intensiva (UTIs) e em 18% para enfermarias, ambos serviços para adultos.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (108.604), Rondonópolis (37.244), Várzea Grande (36.597), Sinop (25.420), Sorriso (17.960), Tangará da Serra (17.596), Lucas do Rio Verde (15.522), Primavera do Leste (14.572), Cáceres (11.592) e Barra do Garças (10.529).

 

Diário de Cuiabá

Shopping Basket
%d blogueiros gostam disto: