NotíciasVariedades

Prefeita de Doverlândia morre após quase dois meses internada

Foto reprodução

Do Mais Goiás

prefeita de DoverlândiaZilda de Rezende Araújo Machado (MDB), morreu no início da tarde desta terça-feira (29). A informação foi confirmada por familiares da gestora por meio de um comunicado. Ainda não há informações sobre o velório e enterro de Zildinha. (Confira na nota na íntegra)

Ainda de acordo com o comunicado, a morte foi confirmada às 13h44 e a notícia foi dada “oficialmente pelo médico Gustavo Prudente, coordenador da UTI do Hospital de Urgências Otávio Lage (Hugol).” A gestora ficou quase dois meses internada na unidade após cair de uma mula durante a abertura da Festa da Queima do Alho na cidade.

Ela chegou a ser submetida a um procedimento cirúrgico de urgência e ficou internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da unidade. Logo depois, apresentou uma leve melhora e respirava sem a ajuda de aparelhos. Os médios aguardavam a melhora das funções renais para que Zildinha fosse transferida da UTI para o quarto.

Na época, o filho dela e então secretário de Saúde da cidade, Amílcar Machado Júnio, agradeceu as vigílias de oração que os moradores realizavam para a melhora do estado de saúde de mãe. “Nós temos muita fé em Deus. É dele que vem toda a força. Também estamos sentindo muito o carinho das pessoas que têm feito diversas vigílias e correntes de orações para minha mãe. Também recebemos muitas mensagens de amigos e familiares. Eu só tenho a agradecer”, destacou ao Mais Goiás.

Queda da prefeita de cima da mula

No dia 31 de agosto, Zildinha participava da abertura da Festa da Queima de Alho de Doverlândia. Sobre o acidente, a assessoria da prefeitura disse que a mula em que a gestora estava montada se assustou com os fogos de artifício e derrubou a mulher.

Zildinha bateu a cabeça no asfalto. Ela foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital Municipal. Pela gravidade, Zildinha foi encaminhada à Iporá e, logo depois, transferida para o Hugol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar