PERUCHI
Notícias

Prefeito reduz 10% do próprio salário, do vice, secretários e comissionados de Alto Araguaia

Medida irá gerar economia de R$ 55.790, 27 mil mensais e é válida até o final do ano.

Medida visa garantir o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), além de diminuir os impactos causados pela crise

Em Alto Araguaia (415 km de Cuiabá), os salários do prefeito, vice, secretários e comissionados estão reduzidos em 10%. A medida foi proposta pelo próprio prefeito municipal, Gustavo Melo (PSB), com objetivo de promover equilíbrio nas contas municipais. “Visamos garantir o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), além de diminuir os impactos causados pela crise financeira e a redução de receitas. Temos que nos adequar à nova realidade do município e do país”, pontua o gestor.

Publicado através do Decreto Municipal 067, há redução ainda de 10% do valor das Funções Gratificadas (FGs) e Acréscimo por Exercício de Função. A medida que está em vigor desde o dia primeiro de novembro, é válida até o final do ano e irá gerar economia de R$ 55.790, 27 mil mensais.

“Todos os servidores que foram atingidos por este decreto já foram informados pessoalmente pelo secretário da pasta. Tudo foi conversado com antecedência, todos estão conscientes, pois neste momento é indispensável a contenção de gastos”, esclarece o secretário de Administração, Monoelito dos Dias de Rezende.

O secretário ressalta que a medida irá atingir somente os servidores comissionados, entre secretários, cargos de confiança e as gratificações, além do prefeito e vice-prefeito. “Já tivemos de fazer algumas demissões de servidores comissionados, cortando na própria carne para poder equilibrar a conta do município”, pontua.

OUTROS CORTES – Desde o início da gestão, preocupado com a queda de arrecadação do município e o índice da LRF, o prefeito já havia realizado corte de gastos na folha de pagamento. No ano de 2016, por exemplo, entre secretários e comissionados, a prefeitura pagava pouco mais de R$ 400 mil na folha. Este ano, a nova administração realiza o pagamento de aproximadamente R$ 138 mil entre secretários e comissionados.

 No mês de junho, o poder executivo municipal adotou outras medidas para contenção de gastos. Os cortes foram voltados nas despesas de custeio pessoal, hora extra, aquisição de veículos e redução com combustível, imóveis, contratação e licitações. Os órgãos pertencentes à prefeitura, tiveram que reduzir em 10% seu consumo de água, energia elétrica, aluguéis, limpeza, dentre outros.

FOLHA EM DIA –  Além de manter em dia o pagamento dos salários dos servidores públicos, a Prefeitura de Alto Araguaia busca o funcionamento contínuo dos serviços essenciais do município dentro das atuais possibilidades. Para a administração, é compromisso do prefeito Gustavo Melo em pagar o funcionalismo público dentro do mês trabalhado.

Na ocasião, o secretário de Administração esclarece boatos quanto ao não pagamento. “O município vem desde o início do ano honrando com o seu compromisso em manter o salário do servidor em dia. Infelizmente houve um certo terrorismo de alguns setores da imprensa local e através de redes sociais, onde dizia que o servidor não iria receber. É importante que não deixemos levar por falácias de gente que a maioria não está nenhum pouco interessado no servidor. Quem tiver dúvidas podem procurar a administração”, diz Manoelito.

| Assecom/AIA

| Réulliner Rodrigues
| Facebook/prefaltoaraguaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar