DestaquesNotícias

Professora do Jornalismo da UNEMAT lança segundo fascículo da coleção Guardador de Palavras da Gabi

POR REDAÇÃO

Livros permitem uma viagem à infância e estimula a prática da comunicação não-violenta. Uma prática de dialogar de modo empático, entendendo a necessidade do outro.

A professora do curso de Jornalismo da UNEMAT, Alto Araguaia, a jornalista paranaense Aida Franco de Lima acaba de lançar o segundo fascículo da coleção de livros denominada Guardador de Palavras da Gabi. O projeto editorial é baseado em frases e diálogos cotidianos com sua filha, hoje pré-adolescente,  Gabriella Beatrice, nas mais diversas fases da infância. O livro é uma espécie de passaporte para um universo mágico, com ilustrações no traço delicado da personagem principal, no caso Gabi. Começa e termina onde o leitor abrir ou fechar. Leitura não linear, é opção para quem  tem ou não o precioso tempo! O próprio tempo do qual o livro tenta estimular os adultos a dedicarem às crianças, através da escuta ativa. Aquela em que realmente é dada atenção ao interlocutor. “Eu consigo escrever os livros não apenas porque sou jornalista, mas porque sempre tentei dedicar o máximo de atenção aos diálogos que tínhamos, tentando responder suas inquietações e descobrindo o mundo junto do olhar e coração puro de uma criança”, destaca Aida.

Guardador 1

O primeiro fascículo foi lançado em dezembro de 2017. Intitulado Guardador de Palavras da Gabi – Elucubrações de uma criança de dois a quatro anos e meio, os primeiros 350 exemplares do Guardador teve uma ótima aceitação entre os leitores das mais variadas idades. “Eu costumo dizer que é um livro de criança para adultos e também à outras crianças”, explica a jornalista.

Aida Franco, que tem doutorado em Comunicação e Semiótica,  é professora universitária e sempre ouvia de seus alunos que as frases que ela postava nas redes sociais dariam um livro. Porém, quando  resolveu editar o material, compreendeu que era uma coletânea tão extensa, que deveria ser dividida por fascículos, conforme as fases da infância finalizando no início da adolescência. Cansada de receber diversos ‘nãos’ de editoras que respondiam seus e-mails de modo automático, estabeleceu parceria com a Edição Por Demanda. Uma empresa curitibana que atende aos escritores  independentes, que confecciona os livros conforme os pedidos do escritor, sem interferir em seus direitos autorais.

Guardador 2

Lançado onde nasceu, nas redes sociais, o “Guardador de Palavras da Gabi (2) – Devaneios de uma criança de quatro anos e meio a cinco”, segue a mesma pegada do anterior. Os prefácios de professores das mais diferentes áreas e formações, amigos pessoais da jornalista que ‘curtem’ ao longo dos anos o material compartilhado desde o tempo do Orkut ao atual Instagra,  tecem uma análise sobre a complexidade do Guardador. As metáforas, o pensamento lógico, a ingenuidade, medos, sonhos e muitas outras características natas às crianças estão pinceladas em cada página.

Dividido por capítulos temáticos o leitor salta das gargalhadas (“Eu sou um cachorro”. Então vamos tomar banho, cachorro. “Então eu sou um gato”) ou às reflexões, quando a criança questiona sobre Deus ou as mazelas do mundo (“Mãe, tem quiança que não tem nada, né? Eu queria pegar elas pra mim. Mas tem quiança que tem até diamante!”)

Comunicação não-violenta

A jornalista explica que conheceu o conceito da Comunicação Não-Violenta Depois que publicou o primeiro fascículo. Foi quando compreendeu que a forma como estabelecia os diálogos com a filha encaixava-se exatamente na proposta de Marshall Bertram Rosenberg, o psicólogo americano. A essência está em escutar o outro com atenção, colocando-se em seu lugar, entendendo seus sentimentos e estabelecendo uma conexão baseada na empatia.

Efeito Guardador

A professora Noemi Zoz criou a expressão “Efeito Guardador”, para explicar que após adquirir o primeiro exemplar e presentear os filhos, ela passou a escutá-los com mais atenção. E que as crianças a convidam para que ela deixe o celular de lado para que possam ler em voz alta as partes que mais gostam.

Guardador 3 – Solidariedade

Jornalista com espírito de escritora ou vice-versa, Aida, nem mesmo imprimiu a segunda tiragem do fascículo 2 e está editando o fascículo 3 e com uma inovadora maneira de auxiliar às causas sociais, das quais ela é conhecida por sua militância. “Todo exemplar do fascículo 3 que for vendido, terá o valor destinado a uma entidade que ajude animais ou crianças vítimas de maus tratos que o comprador escolher. Ele poderá fazer o depósito e me enviar o comprovante ou vice-versa”.

O Guardador 3, deverá ser lançado em meados de março de 2020 no Campus local. E enquanto ele está no forno, os interessados podem adquirir o fascículo 1 ou 2 diretamente com a autora, através de suas redes sociais. Os livros são enviados a todo o Brasil ou exterior, no valor de 40 reais a unidade, com frete incluso. Em breve a versão 2 estará disponível, assim como a 1, na Amazon, para ebook, também em versão em inglês.

Serviço: Guardador de Palavras da Gabi 1 – Elucubrações de uma criança de dois a quatro anos e meio.  142 páginas, papel pólen, capa colorida, miolo em p & b, lançado em 2017. Edição por Demanda.

Guardador de Palavras da Gabi 2 – Devaneios de uma criança de quatro anos e meio a cinco, 96 págias, papel pólen, capa colorida, miolo em p & b, lançado em 2019. Edição por Demanda.

Facebook ou Instagram – Guardador de Palavras da Gabi. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar