PERUCHI
Notícias

Reunião do movimento Pro-Logística Ariranha, em Alto Araguaia, levanta mais de R$ 800 mil para melhorias em estradas

Encontro visa discutir a construção da ponte de alvenaria de 40 metros sobre o Rio Ariranha, na MU-71, zona rural do município.

Fotos Ana Clara | Assecom/AIA: A reunião foi realizada na última sexta-feira (27), na Fazenda Brasilândia, pelo Sindicato Rural Patronal de Alto Araguaia Prefeitura e Câmara Municipal.

Produtores, sindicatos e autoridades políticas tiveram avanço na segunda reunião do Movimento Pro-Logística Ariranha, de Alto Araguaia (415km de Cuiabá). O encontro teve como objetivo principal, discutir a construção da ponte de alvenaria de 40 metros sobre o Rio Ariranha, na MU-71. Com a obra através de emenda parlamentar de R$ 1,7 mi do Senador José Medeiros, será possível implementar cerca de 100 mil hectares de terras agricultáveis, até então sem produção por falta de logística.

A reunião realizada na última sexta-feira (27), na Fazenda Brasilândia, pelo Sindicato Rural Patronal de Alto Araguaia Prefeitura e Câmara Municipal, envolveu cerca de 150 participantes. Durante o encontro, os produtores da região juntamente com as autoridades políticas, se uniram e comprometeram a melhorar as condições de trafegabilidade das estradas com doação de óleo diesel, cascalho e serviços de maquinários. Ao todo, foram doados o equivalente a R$ 803 mil. Participaram os municípios de Alto Araguaia, Alto Taquari, Araguainha (MT) e Sonora (MS).

Para o prefeito municipal, Gustavo Melo (PSB), é importante unir forças visando o benefício que será gerado para a população e os produtores. “A região do Ariranha abriga propriedades com grande potencial na criação de animais e no cultivo. Conhecemos de perto as dificuldades do produtor da nossa região com estradas. O município é extenso, e para manter as estradas em dia é difícil, a manutenção é realizada em parceria com o produtor rural. Com certeza a obra vai ajudar a desenvolver ainda mais a nossa cidade”, disse o gestor.

De acordo com o Deputado Estadual Mauro Savi (PSB), é preciso ter vontade, fazer vistoria e correr atrás dos recursos. “Temos que cuidar do recurso para ser bem investido e tirar do papel. Aqui são 33 anos de sonho. Uma região que você produz 80 a 100 mil hectares, já paga a saúde e educação da cidade e outros benefícios. Vamos ficar em cima, vamos cobrar”, observa o deputado.

Segundo o arrendatário, Carlos de Almeida, a região é equivalente a mais de 30 mil hectares de agricultura. Carlos explica que o escoamento é feito de maneira precária, há 135 km em estrada de chão até o município de Sonora (MS). “Isto é de alto custo e fica praticamente inviável. A construção da ponte vai viabilizar muito a logística aqui. Acredito que ela saia a curto prazo. Tenho que agradecer ao prefeito Gustavo Melo, porque ele já está aqui pela segunda vez e foi o único prefeito nesse tempo que está atrás para que a ponte saia nessa região”, finaliza.

O município de Sonoroa (MS) também é apoiador da construção da ponte. De acordo com o vice-prefeito da cidade, José Vicente Schaefer, a obra vai beneficiar as pessoas que estão nessa região com pouco acesso. “É importante para nós em vários aspectos, principalmente nos transportes de insumo para as lavouras de Sonora e quem sabe, futuramente, até para entregar essa produção do município mais próxima ao terminal com a nova estrada”, diz.

João Dias, presidente do Sindicato Rural, comenta que, graças as parcerias do poder público, produtores, foi possível obter a emenda do Senador Medeiros. “Vamos ter condições para resolver o problema da região dando trafegabilidade e uma logística melhor. Temos que agradecer também o desempenho do Deputado Mauro Savi, juntamente com o senador, que nos proporcionou essa emenda para que possamos concretizar este sonho”.

Iniciada em 2013, na gestão do ex-presidente do Sindicato Rural do município, Jackson Marlon Niedermeier, a reunião teve grandes avanços. “Os produtores se manifestaram com vontade de realização, com apoio de combustível, de recursos financeiros, de cascalho para ajudar na melhoria da estrada. Quando você tem todos engajados para o desenvolvimento de um projeto, ele sai do papel e faz com que as coisas aconteçam realmente”, afirma.

PRODUTORES – “Estamos com essa parceria para que podemos mudar essa parte ociosa nessa região. O Gustavo entrou e tem nos apoiado, as estradas já deram uma melhorada, não é o que precisa ainda, mas já teve um avanço. O aspecto da região mudou. A parceria com a prefeitura vem fluindo, aqui fica uma junção de produtor, município e estado e eu acho que é assim que as coisas vão para frente”, disse o produtor e pecuarista da região, José Rodrigues Junior, 46 anos.

“Com a reunião que tivemos aqui hoje eu fiquei muito contente e confiante. Antes eu pensava em vender a minha propriedade, pois se eu quisesse embarcar um gado, eu teria que andar 30 km. Acredito que a ponte vai sair em breve e a estrada também. A prefeitura é de muita importância para a gente, ela realmente está se empenhando para este acontecimento”, comenta Alberto Pedro da Silva, 84 anos, produtor na região há 17 anos.

PARCERIAS – Os valores arrecadados durante a reunião foram levantados por autoridades políticas, produtores da região em parceria com as prefeituras. O deputado estadual Mauro Savi irá disponibilizar uma emenda para 50 mil litros de óleo diesel, o equivalente a R$ 180 mil. O arrendatário Carlos Almeida doou 10 mil litros de diesel, o equivalente a R$ 35 mil. Valdir Niedermeier e Jackson Niedermeier, juntos, doaram 7 mil litros, o que equivale a R$ 25 mil.

Já o produtor da fazenda Água Bonita, Guilherme Augustinho, levantou R$ 80 mil, seguido por R$ 50 mil de produtores do município de Sonora. A Fazenda Alvorada doou R$ 20 mil. Os produtores Mauro, Fazenda Vila Rica, e Antonio Martrelli, doaram R$ 8 e R$ 15 mil, respectivamente. Mais R$ 10 mil foram doados pela Fazenda Bela Vista, através dos produtores Alberton e Pedro Ribeiro da Silva. O pecuarista José Rodrigues Junior, da Fazenda Carroça de Ouro, doou R$ 30 mil. A prefeitura de Sonora, também foi parceira com maquinários, mão de obra e outros serviços, o equivalente a R$ 350 mil.

Estiveram presentes representantes do 15º Batalhão de Polícia Militar, Banco do Brasil, Sindicato Rural de Alto Taquari, e os vereadores de Alto Araguaia, Jorge Melo, Vanderlei Marques, Paulo Lopes, Henrique Pyter, Clodoaldo Alves, André Leal, Marilzan Nunes, Marco Aurelio, Deusdete Xixica, o vice-prefeito do município, Freud Fraga, e os secretários Milton Lima (Obras e Infraestrutura) e Manoelito Resende (Agricultura e Meio Ambiente).

 

ASSECOM/AIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar