Variedades

Silval e mais 60 foram beneficiados com pagamento de férias; Gasto foi de R$ 1,9 mi

Pagamentos preteriram servidores públicos que tiveram negado o direito de “vender” as férias e as licenças prêmios

LAICE SOUZA
DA REDAÇÃO

Como um dos últimos atos da gestão Silval Barbosa foi concedido a um seleto grupo de 61 pessoas, incluindo o ex-governador do Estado o pagamento de R$ 1.952.616,79 pela venda de férias e licença prêmio, que supostamente não teriam sido gozadas.

O fato é que durante toda a gestão do governador Silval Barbosa (PMDB) ficou vedado à venda de férias e licenças prêmios para os servidores públicos de Mato Grosso.

Foto divulgação.
Foto divulgação.

Na época, a alegação era que poderia comprometer o orçamento público. Contudo, em uma portaria publicada no dia 31 de março de 2014, de número 2245, foi aberta uma exceção para que fosse efetuado o pagamento para aquelas pessoas que recebessem a autorização dada pelo chefe de gabinete do governador, Silvio Correia.

Entre os beneficiados estão o ajudante de ordem, major PM André Dorileo que recebeu o valor de R$ 163 mil, somente referente aos férais vencidas e não gozadas. Depois vem o ex-governador Silval com o valor de R$ 101 mil somente de férias.

Também estão entre os que receberam as férias os ex-secretários Sinésio de Oliveira (Transporte) e Jorge Lafetá (Saúde). Segundo os dados, os dois receberam R$ 16 mil só de férias.

Do Blog do Antero

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar