PERUCHI
Curtinhas do André da FM

Sindicato de distribuidores pede à classe que não pare de abastecer os mercados

Para não faltar comida e outros produtos em Mato Grosso em clima de coronavírus (Covid-19), o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas do Estado de Mato Grosso (Sindmat), Eleus Vieira de Amorim, veio a público, nesta quarta (18), pedir à categoria para não parar de rodar. Do contrário, o desabastecimento só iria agravar o quadro. “O setor é essencial para a manutenção do país”, ressalta.

“Manter os trabalhos significa evitar o desabastecimento de alimentos, medicamentos e combustível, itens que afetam diretamente a população e empresas”, pontua.

A orientação do sindicato é de que os trabalhos só sejam suspensos após determinação de autoridades públicas municipais, estaduais ou federal.

“Temos que fazer agora aquilo que sempre fizemos, pois nosso papel, enquanto transportadores, assim como Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, hospitais, laboratórios e o de tantos outros setores, é estratégico”, diz trecho da nota.

Além disso, o Sindmat pede que os patrões do setor garantam máscaras e produtos de higiene ao pessoal encarregado pela logística da mercadoria, como carregadores, entregadores e motorista. (Com Assessoria)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo