PERUCHI
Notícias

Sylvia Maia denuncia na Câmara de Vereadores que hospital municipal ficou sem energia

Vereadora (detalhe) trouxe o assunto durante reunião na Sessão da Câmara desta segunda-feira
Vereadora (detalhe) trouxe o assunto durante reunião na Sessão da Câmara desta segunda-feira

O Hospital Municipal Cacildo Hugueney, maior e única unidade da rede pública de saúde de Alto Araguaia (415 km de Cuiabá), ficou aproximadamente quatro horas sem energia elétrica durante o final da noite de domingo (13/08) e início da madrugada desta segunda-feira (14). A denúncia foi feita pela vereadora Sylvia Maia Santos (PTB) na Tribuna da Câmara de Vereadores em Sessão na noite desta segunda-feira. As informações são de que o gerador não funcionou.

A queda no fornecimento de energia na cidade aconteceu minutos depois que uma fina garoa atingia a região por volta das 21h40min de domingo. Assim que recebeu informações sobre o ocorrido, a líder do PTB na Câmara de Vereadores buscou mais detalhes sobre o assunto. O problema foi confirmado por pacientes e até servidores lotados na unidade.

Durante pronunciamento no tema livre, expediente adotado pelos vereadores para considerações complementares no final da Sessão, a vereadora não poupou críticas à prefeitura.

“Recebi essa informação com grande indignação. Sabemos que a Energisa precisa fazer investimentos na cidade. A falta de energia e oscilação no abastecimento tem se tornado frequente. A única maneira de resolver esses problemas é com investimentos. A prefeitura, entretanto, mais uma vez demonstra falta de planejamento. Faltou energia no Hospital Municipal por falta de manutenção no gerador de energia. Confirmei com várias pessoas. O hospital ficou no escuro por mais de quatro horas contando com a sorte. Imagina se chega uma situação de emergência? A prefeitura não pode trabalhar assim, principalmente no hospital. É preciso se planejar. Não adianta jogar a culpa em ninguém. A culpa é da atual administração que não faz as devidas manutenções no gerador de energia. A prefeitura precisa ter mais responsabilidade”, criticou a vereadora.

 

Da Assessoria de Gabinete

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo