Variedades

Veja a previsão do tempo para esta quarta-feira, dia 9

Com informações da Somar Meteorologia
Há risco de temporais e granizo em áreas do Sul e do Sudeste

Sul

O céu volta a ficar mais nublado, com chuva a qualquer momento e com acumulados bastante expressivos nas áreas de fronteira com Uruguai e Argentina, por influência da formação de uma nova frente fria. A chuva deve vir acompanhada por trovoadas, descargas elétricas e queda de granizo.

Além disso, o potencial para alagamentos e transbordamento de rios é ainda maior nas regiões da fronteira oeste e da Campanha gaúcha, devido ao volume de água, que pode passar de 100 mm.

Nas demais áreas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, a chuva ocorre em forma de pancadas rápidas, enquanto que no Paraná, apesar de os acumulados não serem tão expressivos quanto no Rio Grande do Sul, também há potencial para chuva forte a partir da tarde. Os ventos ainda sopram com intensidade superior a 70 km/h no Rio Grande do Sul.

Sudeste

Áreas de instabilidade em níveis mais altos da atmosfera mantêm o tempo instável em parte do Sudeste e potencializam a chuva sobre o estado de São Paulo. Os volumes não são muito expressivos, mas o potencial para temporais com trovoadas, descargas elétricas e até queda de granizo aumenta sobre todo o território paulista.

Enquanto isso, a chuva ocorre de forma isolada no extremo sul mineiro, além de áreas do triângulo mineiro, nordeste de Minas Gerais e todo o Espírito Santo. Nas demais áreas, tempo firme com sol entre poucas nuvens, por influência de uma massa de ar seco.

Centro-Oeste

Uma massa de ar seco segue avançando sobre a região e inibe a formação de nuvens carregadas sobre praticamente todo o centro-leste de Goiás, além do Distrito Federal. Nessas áreas, o sol predomina entre poucas nuvens.

Enquanto isso, nas demais áreas do Centro-Oeste, em especial Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, a expectativa ainda é de pancadas de chuva, ainda que sem grande intensidade a partir da tarde.

Nordeste

A expectativa é de chuva sobre a maior parte da região, em especial áreas do norte do Maranhão e Piauí, onde os acumulados devem ser mais expressivos.

Isso se deve à influência da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), faixa de nuvens mais carregadas formada nas áreas mais ao norte do país, onde há o encontro dos ventos dos dois hemisférios.

Em áreas do centro ao sudoeste da Bahia, a expectativa ainda é de tempo firme, pela influência da massa de ar seco que inibe a formação de nuvens carregadas.

Norte

Os maiores acumulados ficam concentrados entre o Acre, sul do Amazonas, Rondônia, Tocantins, Pará e leste do Amapá. Enquanto isso, nas demais áreas, são esperadas pancadas rápidas e sem grande intensidade. Em Boa Vista, nada de chuva, e o dia será ensolarado.

Com informações da Somar Meteorologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar